Bem-Estar Espiritualidade

Um Outono especial, se aproximando do inverno...

Pandemia

Por Texto e imagens de Juliana Bueno; escritora e jornalista - Maio 2021

07/05/2021 às 09:33:31 - Atualizado há
Foto ilustrativa colaboração Juliana Bueno

Um Outono especial, se aproximando do inverno, pede pra cada um de nós: confiança e fé para viver, sonhar e construir


Um Outono especial, dias mais longos e difíceis, que já nos aproximam do inverno. A Pandemia continua: angustias e preocupações que retornam, dor, sofrimento e luto.

Há muito a escrever sobre este longo período, e quase sempre não conseguir dizer tudo. Com alguns cuidados pra não entrar em considerações sobre política, evitando cair no lugar comum, que não aprovo, críticas raivosas, ironias e outras diversidades na maneira de externar a preocupação e a profunda decepção com estes nossos líderes, personagens tão necessários agora em todo este período dramático que vivemos.

O que mais me angustia, é a já tão comentada, "falta de empatia", com o sofrimento que se desenvolve, marcante e cruel ao redor de todos nós. Este sofrimento me atinge muito. Eu choro ao me colocar no lugar de todos estes nossos irmãos que morrem, sem conseguir respirar, porque faltou oxigênio, remédios, médicos, etc. E principalmente VACINAS.

Sem apontar culpados, sofro muito ao assistir isto, numa dolorosa impotência não só minha, mas de uma enorme parte da população brasileira.

Tenho minhas intuições: vamos vencer tudo isto. A Primavera há de acontecer para o mundo inteiro, para o Brasil, para seu povo doente e com fome, e para cada um de nós. Acontecerá antes do que imaginamos. Será acima de tudo interior, mas também no mundo exterior, com a vida voltando aos poucos ao normal, em todos ou quase todos os setores deste mundo que construímos. Nós mesmos, vamos mudar bastante.

A fase ainda é muito difícil. Sei disso e tenho sofrido com ela, por motivos acima detalhados e também por razões minhas, pessoais, algumas que já existiam antes da Pandemia.

Nesta Primavera que surgirá, mudanças acontecerão. Talvez ainda, com mais dor antes delas, talvez tão inesperadas quanto necessárias. Acontecerão também no mundo político, naqueles castelos de Brasília onde tantos parecem mergulhar completamente nas delícias do dinheiro fácil, e todos os tipos de privilégios e mordomias. Insensíveis e distantes da dor de todo um povo. A colheita também virá para eles.

2022 será diferente, será melhor, mais lindo, saudável e próspero. Jamais permitiremos então, que nossos irmãos percam suas vidas na Terra, por falta de socorro, por falta de VACINAS. Tampouco por falta de alimentos!

Confie. Acredite. Reze muito para que tudo isto possa ocorrer o mais rápido possível. Que nossas preces possam mudar as datas para toda esta transformação.

Se você gosta de ler, recomendo aqui um dos meus mais recentes livros, "Dores Ocultas". Tem muito a ver com tudo isto que vivemos, em histórias e vivências reais, com todo o aprendizado que trouxeram para seus personagens: conhecimento espiritual acima de tudo, o poder da fé, o poder do VERDADEIRO amor!

Se quiser, faça seu pedido no link abaixo para adquirir este livro, atualmente com ótimo desconto. Ou procure por ele, nas livrarias de sua cidade. Boa leitura, e fantástico renascimento para todos nós.

https://besourobox.com.br/dores-ocultas-816


capa do livro citado na matéria

Comunicar erro
Jornal Excelsior

© 2021 Copyright © 1992 a 2021 - IAOL - Integração Ativa On-Line Editora Ltda.
As informações relacionadas à saúde, contidas em nossos sites, tem caráter informativo, cultural e educacional. O seu conteúdo não deverá ser utilizado para autodiagnóstico, autotratamento e automedicação. Nossos conteúdos são formados por autores independentes e assessorias de imprensa, responsáveis pela origem, qualidade e comprometimento com a verdade da informação. Consulte sempre um profissional de saúde para seus diagnósticos e tratamentos ou consulte um profissional técnico antes de comprar qualquer produto para seu consumo..

•   Política de Cookies •   Política de Privacidade    •   Contato   •

Jornal Excelsior